Guias

Vantagens e desvantagens da estrutura organizacional da divisão

Uma estrutura organizacional divisionária dá a uma empresa de negócios maior a capacidade de segregar grandes seções dos negócios da empresa em grupos semi-autônomos. Embora geralmente seja mais adequada para organizações maiores, em algumas circunstâncias essa estrutura formal também pode beneficiar uma empresa menor. Em todos os casos, os grupos são em sua maioria autogerenciados e focados em um aspecto restrito dos produtos ou serviços da empresa. Como acontece com qualquer estrutura organizacional, as estruturas divisionais têm pontos fortes e fracos.

O que é estrutura organizacional de divisão?

Uma estrutura organizacional divisionária geralmente consiste em várias equipes paralelas com foco em um único produto ou linha de serviço. Exemplos de uma linha de produtos são as várias marcas de automóveis da General Motors ou plataformas de software da Microsoft. Um exemplo de linha de serviço são os braços de varejo, comercial, de investimento e de gestão de ativos do Bank of America.

Ao contrário dos departamentos, as divisões são mais autônomas, cada uma com seu próprio alto executivo - geralmente um vice-presidente - e normalmente gerenciam suas próprias contratações, orçamentos e publicidade. Embora as pequenas empresas raramente usem uma estrutura divisional, ela pode funcionar para empresas como agências de publicidade que têm funcionários e orçamentos dedicados que se concentram nos principais clientes ou setores.

Vantagens da Estrutura Organizacional Divisional

As divisões funcionam bem porque permitem que uma equipe se concentre em um único produto ou serviço, com uma estrutura de liderança que apóia seus principais objetivos estratégicos. Ter seu próprio presidente ou vice-presidente aumenta a probabilidade de a divisão receber os recursos de que precisa da empresa. Além disso, o foco de uma divisão permite construir uma cultura comum e esprit de corps isso contribui tanto para um moral mais alto quanto para um melhor conhecimento do portfólio da divisão. Isso é muito preferível a ter seu produto ou serviço disperso entre vários departamentos da organização.

Desvantagens da Estrutura Organizacional Divisional

Uma estrutura divisional também tem pontos fracos. Uma empresa composta por divisões concorrentes pode permitir que a política do escritório, em vez de um pensamento estratégico sólido, afete sua visão em questões como a alocação de recursos da empresa. Assim, uma divisão às vezes atua para minar outra.

Além disso, as divisões podem trazer compartimentação que pode levar a incompatibilidades. Por exemplo, a divisão de software de negócios da Microsoft desenvolveu o Social Connector no Microsoft Office Outlook 2010. Eles só conseguiram integrar o Microsoft SharePoint e o Windows Live meses depois que o Social Connector conseguiu fazer a interface com o LinkedIn. Alguns especialistas sugeriram que a estrutura divisional da Microsoft contribuiu para uma situação em que seus próprios produtos eram incompatíveis entre as unidades de negócios internas.

Alternativas de estrutura organizacional

Grandes organizações que desejam o foco de uma divisão podem, em vez disso, se transformar em uma subsidiária independente. Organizações menores podem trabalhar por meio de grandes projetos por meio de departamentos dedicados ou equipes de trabalho multifuncionais ad-hoc. Outra estrutura organizacional promissora é a Estrutura Matricial, que combina uma Estrutura Funcional (muitas vezes uma estrutura organizacional hierárquica tradicional) e uma Estrutura de Projeto, onde a organização é estruturada em torno da implementação de seus vários projetos.

Fazendo funcionar

Para ter sucesso, as divisões devem ser bem administradas. A liderança executiva é o fator determinante mais importante do sucesso de uma empresa que usa uma estrutura divisional. Os principais líderes precisam entender o que cada divisão está fazendo e fornecer liderança aos chefes de divisão sobre como acomodar novas direções estratégicas ou formar parcerias mais eficazes entre as divisões.

Além disso, os executivos devem ter um conhecimento sólido sobre o uso de recursos. Ter um pool compartilhado de recursos gerenciados centralmente, como suporte administrativo ou equipamento de escritório, pode reduzir os custos e a complexidade organizacional.