Guias

Vantagens e desvantagens do estilo de liderança autocrática

Quando o estilo de um líder de equipe pode ser resumido com "do meu jeito ou da estrada", esse líder pode ser chamado de autocrata. A liderança autocrática, também conhecida como liderança autoritária, é um estilo de liderança caracterizado por comunicação e comandos diretos de cima para baixo.

Embora esse tipo de liderança possa parecer severo no início, pode ser muito eficaz. Existem inúmeros pontos fortes e fracos da liderança autocrática - e, às vezes, uma característica que é um ponto forte em um cenário é uma fraqueza em outro.

Exemplos de liderança autocrática

Compreender os pontos fortes e fracos da liderança autocrática pode ser mais fácil quando se compreende exatamente quais tipos de comportamento constituem a liderança autocrática. Isso pode ser alcançado revisando exemplos de liderança autocrática. Simplificando, um líder autocrático é aquele que tem controle total sobre sua jurisdição e não solicita ou aceita comentários dos funcionários em relação às suas decisões. As características da liderança autocrática incluem:

  • Separação clara das funções de líder e subordinado
  • Concentre-se em tarefas e objetivos
  • Expectativas de desempenho claramente definidas para todos os membros da equipe
  • Consequências para o não cumprimento das expectativas
  • Um ambiente de trabalho estruturado
  • Processos específicos para a execução de tarefas no local de trabalho
  • Cumprimento estrito das regras e políticas estabelecidas
  • O líder é o único tomador de decisões

De acordo com a St. Thomas University, alguns exemplos famosos de liderança autocrática incluem:

  • Tom Petty, fundador de Tom Petty and the Heartbreakers
  • Glenn Frey, cofundador do The Eagles
  • Lorne Michaels, criador do Saturday Night Live
  • John Chambers, presidente da Cisco Systems
  • Helen Gurley Brown, ex-editora-chefe da Cosmopolita
  • Ridley Scott, cineasta aclamado pela crítica
  • Vince Lombardi, ex-técnico do Green Bay Packers

Como todos os outros estilos de liderança, a liderança autocrática tem suas vantagens e desvantagens. Na verdade, algumas características da liderança autocrática podem ser consideradas vantagens em algumas situações e desvantagens em outras. Por exemplo, um estilo de comunicação que pode ser considerado “ordens latentes” pode ser crítico em ambientes de alto risco, como entre os paramédicos, mas destrutivo em ambientes colaborativos como departamentos universitários.

Vantagem: Cadeia de liderança clara

Uma das principais características da liderança autocrática é uma cadeia de comando claramente definida. Os subordinados devem cumprir as ordens de seus supervisores, que por sua vez, devem cumprir as ordens de seus superiores. Com uma hierarquia corporativa clara em vigor, cada membro da organização sabe não apenas a quem se reportam, mas a quem o chefe deles relatórios para. Isso deixa pouco espaço para falhas de comunicação e mensagens que se perdem no trânsito.

Uma clara cadeia de comando é importante em certos ambientes, como o militar. Um líder militar que não pode tomar decisões executivas pode causar uma violação de segurança durante operações críticas, e os militares que não recebem ordens claras e diretas de seus líderes podem ficar confusos e deixar de agir quando necessário.

Desvantagem: pressão sobre o líder

Quando o líder é a única pessoa na organização que toma decisões e determina a estratégia da empresa, eles podem facilmente se sentir oprimidos. Isso pode levar ao esgotamento. Quando um líder autocrático fica exausto e não consegue cumprir seus deveres, o resto da equipe muitas vezes está mal equipado para intervir e assumir a liderança Porque eles nunca estiveram nessa posição antes.

Para os funcionários, um ambiente onde a tomada de decisões é unicamente o trabalho do gerente pode significar um ambiente de estresse relativamente baixo. O funcionário não precisa se preocupar com nada além de desempenhar suas funções de maneira adequada e, para muitos funcionários, isso é muito menos desgastante mental do que um ambiente onde se espera que eles apresentem ideias e pesem nas estratégias de negócios.

Vantagem: Expectativas claras do local de trabalho

Uma das maiores vantagens de trabalhar com um líder autocrático é que o funcionário sempre sabe o que é esperado e o que acontecerá se eles não funcionarem conforme o esperado. Um líder autocrático não é insosso ou passivo-agressivo; um líder autocrático deixa as expectativas e as consequências de não atendê-las claras desde o início. Não existe uma “área cinzenta” para a atuação dos colaboradores nesse tipo de ambiente, o que pode ser reconfortante para os colaboradores.

De acordo com o IPL.org, a liderança autocrática é uma forma extrema de outro tipo de liderança no local de trabalho, conhecida como liderança transacional. A liderança transacional é caracterizada por uma relação líder / subordinado regida por trocas, e com um líder autocrático, essa troca é a total conformidade com as expectativas de continuidade do emprego na empresa.

Desvantagem: pouca ou nenhuma flexibilidade

De acordo com o Startingbusiness.com, uma desvantagem significativa em trabalhar com um líder autocrático é a falta de flexibilidade no local de trabalho. Como a opinião do líder é a única opinião que importa em termos de planejamento estratégico e tomada de decisão, os funcionários podem se sentir frustrados por não poderem trabalhar da maneira que lhes convém. Muitas vezes, os líderes autocráticos são chamados de microgerenciadores.

A falta de flexibilidade em ambientes liderados por líderes autocráticos pode afastar funcionários criativos e motivados. Isso pode significar que os únicos funcionários que permanecem trabalhando na empresa são indivíduos desmotivados e até preguiçosos.

Vantagem: lidera bem os trabalhadores inexperientes

Em locais de trabalho onde os funcionários são em grande parte jovens e inexperientes, a liderança autocrática pode ser a abordagem mais eficaz. Funcionários inexperientes geralmente precisam de muita orientação prática de seus supervisores para aprender suas funções, aprender como desempenhar suas funções de forma eficaz e aprender a trabalhar bem dentro da organização. Trabalhar com um supervisor que deixa todas as expectativas claras e especifica exatamente como executar tarefas pode tornar o processo de adaptação a um novo ambiente de trabalho muito mais fácil para o funcionário.

Este é um dos pontos fortes e fracos do líder autocrático que é altamente dependente do ambiente de trabalho. Enquanto os funcionários que precisam de diretivas claras e feedback de seu líder tendem a se dar melhor sob um autocrata, funcionários mais experientes geralmente se dão bem em um ambiente mais autônomo. Trabalhadores experientes e qualificados tendem a se sair melhor em um ambiente onde seu líder pede sua opinião na tomada de decisões ou até deixa a decisão inteiramente para eles. Esses tipos de líderes são conhecidos como líderes democráticos e líderes do laissez-faire, respectivamente.

De acordo com a St. Thomas University, a liderança democrática é definida pelo respeito mútuo entre o gerente e os membros de sua equipe. O gerente respeita o insight dos funcionários e pede que ajudem a tomar a melhor decisão, e a equipe respeita a capacidade do líder de fazer a chamada certa depois de considerar seus pontos de vista. Compare isso com um líder autocrático, que faz não peça a opinião de sua equipe ao tomar uma decisão.

Desvantagem: pode causar ressentimento ao trabalhador

Entre todos os pontos fortes e fracos de liderança autocrática reconhecidos, talvez um dos mais proeminentes é que esse estilo de liderança pode fazer com que os funcionários se ressentem de seu líder e até mesmo de sua organização. Um ambiente de trabalho autocrático geralmente não é favorável à inovação ou ao pensamento inovador, e isso pode fazer com que os trabalhadores se sintam intelectualmente sufocados. Também pode significar que as necessidades pessoais dos trabalhadores são negligenciadas, fazendo-os sentir que seu supervisor não se importa com eles como indivíduos.

Vantagem: as decisões são tomadas rapidamente

Uma das marcas da liderança autocrática é que o líder toma suas decisões rapidamente. Isso ocorre porque eles não consultam nenhum outro membro de sua equipe, portanto, não precisam esperar por outras opiniões ou trabalhar com diferentes perspectivas para encontrar um compromisso adequado. Em situações de alta pressão e riscos, como a compra e venda de imóveis, um líder autocrático que tem o conhecimento necessário para fazer escolhas lucrativas pode ser o maior ativo de uma empresa.