Guias

Exemplos de técnicas de propaganda de propaganda em movimento

O espaço publicitário está em toda parte - e todas as empresas, grandes e pequenas - estão em constante competição pela atenção do consumidor. A propaganda publicitária é uma técnica que joga com as emoções do público-alvo na tentativa de influenciar suas opiniões ou comportamentos. A publicidade popular é um tipo específico de técnica de propaganda publicitária que tenta fazer com que o público-alvo entre na onda, de modo a não "perder" o que todo mundo está fazendo. Ele se concentra no desejo do público-alvo de ser incluído.

Faça parte da multidão "legal"

Este método não funciona apenas para pré-adolescentes e adolescentes que estão desesperados para se encaixar em círculos sociais. Apela ao desejo de todos de se sentirem parte de algo divertido e ótimo.

  • Maybelline: A empresa de cuidados com a pele e maquiagem assumiu essa posição ousada com seu rímel, alegando que era "o rímel favorito da América". Maybelline afirma que o rímel é imensamente popular não só porque é um ótimo produto, mas também porque usa o patriotismo como ferramenta.

  • Oral B: A empresa de pasta de dente usou o mesmo apelo patriótico na Austrália que Maybelline fez na América. Seu anúncio afirmava: "Austrália, você fez a troca". Isso sugere que os australianos espertos perceberam os benefícios superiores da pasta de dente Oral B, e então mudaram de marcas pelas quais eles provavelmente se sentiam leais anteriormente.

Fazer parte da escolha popular sugere que o comprador ou potencial comprador é inteligente e descolado, e melhor do que aqueles que vão contra a corrente. Este é o cerne da publicidade que usa o ângulo emocional de estar com o multidão legal.

Entre no lado vencedor

As pessoas gostam de ser vencedores, não perdedores. Isso é natural. Alguns anúncios populares afirmam que uma determinada posição é a posição vencedora e, então, desafia os consumidores a entrar no lado certo. Isso é popular em campanhas políticas.

  • Barack Obama: Ele compartilhou uma abordagem visionária, construída sobre uma necessidade percebida de mudança e esperança, com "Um Novo Começo". A ideia era que sem ele, a América estava condenada e que Obama ofereceu a passagem para uma América vencedora.

  • Donald Trump: Seu slogan de campanha, "Make America Great Again", usou o orgulho histórico. Como líder internacional, a América já teve o exército e a economia mais fortes. A ideia é que a América perdeu sua vantagem vitoriosa e que Trump é quem a trará de volta.

Estar do lado vencedor não é algo reservado apenas à política. Também prevalece em comerciais de automóveis em que as montadoras anunciam prêmios e classificações. Pense na General Motors vendendo um caminhão que ganha o prêmio JD Powers and Associates, que sugere que você deve comprar o caminhão vencedor porque ele atende automaticamente às suas necessidades e também é definido como o melhor.

Não fique para trás

Ser deixado de fora ou para trás deixa muitos ansiosos. Os redatores usam técnicas de oferta por tempo limitado ou apregoam que resta apenas um número limitado de itens, que são projetados especificamente para criar urgência nas mentes dos consumidores.

  • McDonald's: a gigante dos hambúrgueres frequentemente usa o truque de uma oferta por tempo limitado, seja o anúncio divulgando o Shamrock Shake, o McRib ou o Mac Jr. Isso incentiva as pessoas a irem ao McDonald's e comprar os itens da oferta por tempo limitado antes dessa data é acima. Essa tática também funciona bem com os brinquedos do Happy Meal - fazer com que as crianças tragam seus pais para coletar todo o conjunto de brinquedos enquanto eles ainda estão disponíveis.

  • Tony Robbins: O mestre de autoajuda vende multidões globalmente em salões de convenções - com ingressos que custam milhares de dólares. Por mais popular que seja, seu marketing incentiva as pessoas a se inscreverem antes que os ingressos se esgotem ou a comprar um novo programa antes que o preço suba.

As pessoas querem se sentir inteligentes o suficiente para aproveitar as oportunidades antes que elas acabem. Os anúncios aproveitam isso para fazer com que as pessoas ajam - e rapidamente.