Guias

Quais são as quatro funções básicas que constituem o processo de gerenciamento?

Em 1916, um diretor de mina de carvão francês chamado Henri Fayol escreveu um livro intitulado “Administration Industrielle et Generale”, que estabelecia cinco funções distintas de gerenciamento que Fayol insistia serem aplicáveis ​​em qualquer setor. Na década de 1950, os livros didáticos de gestão começaram a incorporar algumas das ideias de Fayol em seu conteúdo. A escola de gestão de processos nasceu e, hoje, os cursos de gestão ainda usam muitas das ideias de Fayol para ensinar gestão a estudantes de negócios.

Dica

Originalmente, havia cinco funções de gerenciamento, mas os autores de livros de gerenciamento as condensaram em quatro: planejamento, organização, liderança e controle. A quinta função era o de pessoal.

Função um: planejamento

O planejamento envolve decidir onde conduzir uma empresa e selecionar as etapas para chegar lá. Primeiro, exige que os gerentes estejam cientes dos desafios que seus negócios enfrentam e, em seguida, exige que os gerentes prevejam os negócios futuros e as condições econômicas. Em seguida, eles formulam objetivos a serem alcançados em determinados prazos e decidem as etapas para alcançá-los. Eles reavaliam seus planos conforme as condições mudam e fazem os ajustes necessários. O planejamento ajuda a alocar recursos e também a reduzir o desperdício.

Função dois: organização

Os gerentes se organizam reunindo recursos físicos, humanos e financeiros para atingir os objetivos. Eles identificam atividades a serem realizadas, classificam atividades, atribuem atividades a grupos ou indivíduos, criam responsabilidades e delegam autoridade. Em seguida, eles coordenam as relações de responsabilidade e autoridade.

Função três: liderar

Liderar exige que os gerentes motivem os funcionários a atingir os objetivos e metas de negócios. Requer o uso de autoridade para atingir esses fins, bem como a capacidade de se comunicar com eficácia. Líderes eficazes são alunos de personalidades humanas, motivação e comunicação. Eles podem influenciar seu pessoal para ver as situações de suas perspectivas. Liderar também envolve a supervisão dos funcionários e de seu trabalho.

Função quatro: controle

O controle é uma função da gestão que envolve medir as realizações em relação aos objetivos e metas estabelecidos. Também requer que os gerentes sejam capazes de identificar as fontes de desvio das realizações bem-sucedidas e fornecer um curso de ação corretivo. Os gerentes primeiro estabelecem objetivos e metas, depois medem a realização deles, identificam qualquer coisa que esteja impedindo a empresa de alcançá-los e fornecem meios de correção, se necessário.

O controle não envolve necessariamente atingir apenas metas e objetivos monetários. Também pode estar relacionado a metas e objetivos não tangíveis, como cumprir uma cota de produção ou reduzir as reclamações dos clientes em uma determinada quantia.