Guias

Três tipos diferentes de sistemas empresariais

As pequenas empresas implementam sistemas corporativos para obter acesso de toda a empresa ao conhecimento de negócios, aumentar a produtividade dos funcionários e minimizar a duplicação de dados da empresa. Os sistemas corporativos também podem permitir que uma empresa reduza o custo da tecnologia da informação e minimize a entrada manual de dados. Esses atributos do sistema empresarial oferecem benefícios específicos, como o suporte ao trabalho em equipe, uma resposta aprimorada ao mercado, maior qualidade de trabalho e maior colaboração e eficiência dos funcionários.

Dica

O planejamento de recursos corporativos, o gerenciamento da cadeia de suprimentos e os sistemas de gerenciamento de relacionamento com o cliente são exemplos de sistemas corporativos.

Visão geral do sistema empresarial

Os sistemas corporativos integram vários aplicativos, protocolos e formatos diferentes. Ao fazer isso, um sistema corporativo permite que as empresas integrem processos de negócios, como vendas, entregas e contas a receber, compartilhando informações entre funções de negócios e hierarquias de funcionários. Esses sistemas podem substituir vários sistemas independentes que podem ou não interagir com outros sistemas e que processam dados para dar suporte a funções ou processos de negócios específicos.

Por exemplo, o planejamento de recursos empresariais dá suporte a todo o processo de vendas que inclui atividades de pré-venda, pedidos de venda, fornecimento de estoque, entregas, faturamento e pagamentos de clientes. O planejamento de recursos corporativos, o gerenciamento da cadeia de suprimentos e os sistemas de gerenciamento de relacionamento com o cliente são exemplos de sistemas corporativos.

Gestão de Relacionamento com o Cliente

Os sistemas de gerenciamento de relacionamento com o cliente foram desenvolvidos para atender à necessidade de aumentar a produtividade do departamento de vendas e fornecer uma maneira eficaz de aumentar as vendas. Com funções de CRM, como gerenciamento de oportunidades de vendas, uma empresa aprende mais sobre as necessidades de seus clientes e comportamento de compra e combina essas informações com informações de mercado para melhorar a qualidade dos planos de marketing e previsões de vendas da empresa.

Outros atributos do sistema CRM incluem integração com outros sistemas e acessibilidade por meio de dispositivos móveis, permitindo que os funcionários atualizem e comparem dados e acessem informações de qualquer site de cliente ou outro local. Igualmente importante, o CRM suporta comunicações em massa por e-mail e automatiza o fluxo de trabalho do processo de vendas para melhorar a produtividade dos funcionários.

Gestão da cadeia de abastecimento

Uma cadeia de suprimentos é a coleção de pessoas, tarefas, equipamentos, dados e outros recursos necessários para produzir e mover produtos de um fornecedor para um cliente. A gestão da cadeia de abastecimento refere-se à gestão das atividades da cadeia de abastecimento de uma forma eficaz e eficiente para proporcionar uma vantagem estratégica a uma empresa.

Essas atividades podem incluir o desenvolvimento de produtos, fornecimento de materiais, produção e logística, bem como os sistemas de informação que coordenam essas atividades. Os fluxos de informações permitem que os parceiros da cadeia de suprimentos coordenem seus planos estratégicos e operacionais, bem como o fluxo diário de mercadorias e materiais através da cadeia de suprimentos. Os fluxos físicos incluem a fabricação, transporte e armazenamento de bens ou materiais.

Planejamento de Recursos Empresariais

O sistema de planejamento de recursos empresariais integra aplicativos de software, como compras, finanças, recursos humanos e gerenciamento de estoque. Em um sistema ERP, os módulos de software integrados, como vendas, gestão da qualidade e contas a receber, comunicam e compartilham dados. Cada um desses módulos consiste em vários aplicativos que executam processos de negócios ponta a ponta. Por exemplo, o módulo de vendas inclui os aplicativos necessários para criar e gerenciar contratos de vendas, pedidos de vendas, faturas de vendas e preços de pedidos de vendas. Os aplicativos de ERP não suportam apenas várias tarefas operacionais e administrativas, como a criação de uma conta a pagar ou folha de ponto, mas também podem ser personalizados para dar suporte a uma série de setores diferentes, incluindo petróleo e gás, varejo e bancos.