Guias

Estrutura funcional Força e fraqueza da organização

Uma estrutura funcional é uma das estruturas organizacionais mais comuns. Sob essa estrutura, a organização agrupa os funcionários de acordo com um conjunto especializado ou semelhante de funções ou tarefas. Embora as estruturas funcionais operem bem em ambientes estáveis ​​onde as estratégias de negócios são menos inclinadas a mudanças ou dinamismo, o nível de burocracia torna difícil para as organizações responder às mudanças no mercado rapidamente.

Força: Especialização

Quando as empresas usam uma estrutura organizacional funcional, pessoas com conhecimentos e habilidades semelhantes são agrupadas. Isso permite que os funcionários se tornem especialistas em suas áreas. Requer um sistema de gestão de desempenho que permita a promoção, o desenvolvimento e a visibilidade das competências individuais na sua área funcional. A especialização que as estruturas funcionais aprimoram ajuda a aprofundar o conhecimento e o desenvolvimento de habilidades entre os funcionários, e isso pode ajudá-lo a atingir os objetivos funcionais da sua empresa.

Força: Produtividade

A especialização leva a eficiências operacionais e aumenta os níveis de produtividade. Por conta de sua expertise, trabalhadores com habilidades especializadas podem realizar tarefas de forma rápida, eficiente e com mais confiança, reduzindo assim a ocorrência de erros relacionados ao trabalho. Além disso, a natureza clara do plano de carreira dentro da unidade funcional torna possível que os funcionários estejam altamente motivados para progredir na carreira à medida que sobem na hierarquia.

O principal objetivo das estruturas funcionais nas organizações é reunir todos os recursos humanos e informacionais para atender aos objetivos da organização. Esta pode ser uma estrutura ideal para pequenas empresas que se concentram em um produto ou serviço, porque você pode maximizar o desempenho, incentivando a cooperação entre pares entre diferentes unidades em vários níveis de gestão por meio de supervisão e coordenação.

Fraqueza: Problemas de gestão

A comunicação em organizações com estruturas organizacionais funcionais pode ser rígida devido às formas padronizadas de operação e ao alto grau de formalização. Isso pode tornar o processo de tomada de decisão lento e inflexível. Por ser mais burocrático, as unidades funcionais muitas vezes não prestam contas umas às outras e pode ocorrer má coordenação horizontal dentro dos departamentos.

A falta de inovação e visões restritas das metas organizacionais, junto com muito foco, podem afetar a motivação dos funcionários. Conforme sua empresa cresce e você cria mais unidades funcionais, o nível de autonomia dentro das unidades pode aumentar, tornando difícil para você coordenar todas as unidades com eficiência.

Fraqueza: Coordenação da Unidade

Embora as unidades funcionais frequentemente funcionem com um alto nível de eficiência, seu nível de cooperação entre si às vezes fica comprometido. Esses grupos podem ter dificuldade em trabalhar bem uns com os outros, pois podem ser territoriais e não querem cooperar. A ocorrência de brigas internas entre unidades pode causar atrasos, redução do comprometimento por interesses conflitantes e perda de tempo, atrasando os projetos. Em última análise, isso pode reduzir os níveis gerais de produção e o comprometimento dos funcionários em toda a empresa em relação às metas organizacionais.