Guias

Definições e cálculos de rotatividade de funcionários

Rotatividade de funcionários refere-se ao número ou porcentagem de trabalhadores que deixam uma organização e são substituídos por novos funcionários. Medir a rotatividade de funcionários pode ser útil para empregadores que desejam examinar os motivos da rotatividade ou estimar o custo de contratação para fins de orçamento. As referências gerais à rotatividade podem ser confusas; portanto, definições e cálculos específicos para rotatividade de funcionários podem ser úteis para profissionais de recursos humanos.

Comparação de diferentes volumes de negócios

Embora existam diferentes tipos de rotatividade, a definição geral é que a rotatividade ocorre quando a relação de trabalho termina. Rotatividade e desgaste - termos que às vezes são usados ​​alternadamente ou em conjunto ao descrever a saída de um funcionário - são diferentes. A perda geralmente se refere ao fim da relação de trabalho devido à aposentadoria, eliminação do emprego ou morte do funcionário, e é distinguível da rotatividade porque, quando ocorre a perda, a posição não é preenchida com um novo funcionário.

Rotatividade involuntária de funcionários

A rescisão do funcionário por baixo desempenho no trabalho, absenteísmo ou violação das políticas do local de trabalho é chamada de rotatividade involuntária - também conhecida como rescisão, demissão ou demissão. É involuntário porque não foi decisão do funcionário deixar a empresa. Demissões também podem ser consideradas rescisões involuntárias, embora os procedimentos de dispensa geralmente sejam tratados de forma diferente da rescisão. Algumas dispensas têm certas disposições federais e estaduais que não são concedidas aos funcionários que são demitidos devido a violações de desempenho ou políticas.

Rotatividade de funcionários voluntários

Quando um funcionário sai da empresa por vontade própria, isso é chamado de demissão voluntária. Os funcionários dão uma série de razões para deixar seus empregos. Eles podem estar aceitando um emprego em outra empresa, mudando-se para uma nova área ou lidando com um assunto pessoal que impossibilita o trabalho. Quando um empregado encerra voluntariamente a relação de trabalho, geralmente dá ao empregador uma notificação verbal ou por escrito da intenção de demitir-se do emprego.

Rotatividade desejável e indesejável

A rotatividade muitas vezes tem uma conotação negativa, mas a rotatividade nem sempre é um evento negativo. Por exemplo, a rotatividade desejável ocorre quando um funcionário cujo desempenho fica abaixo das expectativas da empresa é substituído por alguém cujo desempenho atende ou excede as expectativas. É desejável porque o baixo desempenho no trabalho, o absenteísmo e os atrasos custam caro substituir um funcionário de baixo desempenho por um funcionário que faz seu trabalho pode melhorar a lucratividade da empresa.

A rotatividade desejável ocorre quando a substituição de funcionários infunde novos talentos e habilidades, o que pode dar a uma organização uma vantagem competitiva. Por outro lado, rotatividade indesejável significa que a empresa está perdendo funcionários cujo desempenho, habilidades e qualificações são recursos valiosos.

Cálculos Básicos de Rotatividade

Os cálculos básicos de rotatividade são relativamente simples. Se sua empresa emprega 100 funcionários e 15 funcionários são demitidos ou pedem demissão, sua rotatividade é de 15%. A maioria das organizações usa cálculos mais detalhados para determinar o que está por trás da rotatividade. Suponha que cinco funcionários saiam em janeiro, um funcionário sai em maio e quatro funcionários saem em novembro. Sua taxa de rotatividade anual é de 10% e sua rotatividade mensal média é de 8,3%.

Os cálculos de rotatividade de funcionários também podem levar em consideração diferentes tipos de rotatividade, como involuntária e voluntária, ou até motivos mais específicos pelos quais os funcionários saem, como desempenho ruim, absenteísmo ou funcionários aceitando novos empregos em outro lugar. Os cálculos de rotatividade são úteis para determinar os custos de contratação, os requisitos de treinamento ou estimar o tempo da equipe dedicado às atividades de recrutamento.