Guias

5 tipos diferentes de estilos de liderança

Cada pessoa é única, portanto, a abordagem de cada gerente para liderar uma equipe é única. Normalmente, a maneira como um indivíduo aborda o gerenciamento decorre de sua personalidade. Alguns líderes são rígidos, enquanto outros são tolerantes, alguns são suaves enquanto outros são tensos. De acordo com o IMD.org, os estilos de liderança nos negócios podem ser categorizados de acordo com os traços de personalidade dos líderes.

Os estilos de liderança nos negócios podem ser organizados em cinco categorias:

  • Autocrático
  • Democrático
  • Laissez-Faire
  • Transacional
  • Transformacional

Cada um desses estilos de liderança tem seus benefícios e desvantagens, e cada um é mais eficaz em determinados tipos de locais de trabalho do que outros. Às vezes, o estilo de liderança mais eficaz para um local de trabalho depende da combinação das personalidades dos funcionários presentes ou da combinação dos níveis de experiência no local de trabalho.

Estilo de Liderança Autocrática

A liderança autocrática, também conhecida como liderança autoritária, é um estilo de liderança em que o chefe tem controle absoluto sobre as decisões no local de trabalho. Os membros da equipe não são solicitados a contribuir; espera-se que cumpram todas as decisões e ordens feitas por seu líder.

A liderança autocrática, como todos os outros estilos de liderança na gestão, tem seus benefícios e também suas desvantagens. Os benefícios da liderança autocrática incluem economia de tempo no processo de tomada de decisão, sabendo todos os membros da equipe exatamente o que se espera deles e como devem ser executados, e menos erros de implementação da estratégia porque há menos pessoas envolvidas no processo de planejamento estratégico. As desvantagens incluem a sensação de que os funcionários não são valorizados pessoalmente, a motivação reduzida entre os membros da equipe e um maior risco de rebelião dos funcionários.

Em certos locais de trabalho, um líder autocrático é o tipo ideal de líder, de acordo com a St. Thomas University. Esses locais de trabalho incluem ambientes de alto risco onde o erro humano pode significar um risco de segurança ou proteção, como o militar. Em outros ambientes, como educação e serviços criativos, um líder autocrático pode atrapalhar sua equipe e, em última análise, minar o sucesso de sua organização.

Estilo de Liderança Democrática

Em muitos aspectos, a liderança democrática é o oposto da liderança autocrática. Liderança democrática, às vezes também conhecida como liderança participativa, é um estilo de liderança caracterizado pela escolha do líder de envolver os membros da equipe no processo de tomada de decisão. Em todas as decisões, o líder tem a palavra final, mas toma decisões de acordo com as informações que recebe de sua equipe.

Os benefícios da liderança democrática incluem:

  • Os funcionários se sentem motivados a participar da tomada de decisões
  • Os funcionários sentem que sua contribuição é valorizada
  • Os líderes têm um conjunto diversificado de perspectivas a considerar

A liderança democrática não é o estilo de liderança perfeito, entretanto. As desvantagens incluem um processo demorado de tomada de decisão, bem como o potencial para escolhas erradas se os funcionários não tiverem a experiência necessária para fornecer informações bem informadas. Um estilo de liderança democrático pode ser uma ótima escolha para uma equipe menor ou uma equipe composta por membros com habilidades semelhantes.

Estilo de liderança Laissez-Faire

Talvez a maneira mais fácil de entender a liderança laissez-faire seja esta: se a liderança democrática é o oposto moderado da liderança autocrática, a liderança laissez-faire é o extremo oposto de liderança autocrática. A liderança laissez-faire é, essencialmente, a falta de um papel de líder claro. Embora um indivíduo possa ser o líder no título, a realidade neste tipo de dinâmica de local de trabalho é que todos são tomadores de decisão iguais e cada a contribuição da equipe é considerada igualmente.

Em vez de reunir a opinião dos membros da equipe e, em seguida, considerá-la ao tomar uma decisão, um líder laissez-faire deixa a tomada de decisão para os membros da equipe. Isso pode gerar sentimentos de importância entre todos os membros da equipe, mas também pode gerar confusão e gargalos nos processos estratégicos.

Um estilo de liderança laissez-faire pode ser uma maneira muito eficaz de liderar uma equipe composta por indivíduos altamente qualificados e especializados. Nesse tipo de ambiente, cada membro da equipe pode assumir a liderança em situações que exigem sua experiência e confiar em seus colegas para fazerem escolhas eficazes quando eles estão no "assento do motorista".

Estilo de Liderança Transacional

De acordo com a St. Thomas University, os objetivos principais de um líder transacional são ordem e estrutura no local de trabalho. Sob um líder transacional, os funcionários automotivados tendem a ser mais bem-sucedidos porque o líder criou um ambiente estruturado e rígido onde eles usam recompensas e punições claras para impulsionar o desempenho do funcionário. Por exemplo, um líder transacional pode exigir que cada membro da equipe de vendas fale com cinco clientes em potencial todos os dias, oferecendo almoço na sexta-feira para cada membro da equipe que cumpra essa meta de segunda a quinta-feira.

Os benefícios da liderança transacional incluem:

  • Objetivos de curto e longo prazo claramente definidos
  • Recompensas e consequências claramente definidas para atingir ou não esses objetivos
  • Uma cadeia de comando simplificada e eficiente
  • Segurança do funcionário em saber que não há surpresas em relação às expectativas e resultados

A liderança transacional também pode ter desvantagens. Esses incluem:

  • Pouco espaço para flexibilidade ou adaptabilidade
  • Os funcionários se sentem seguidores, em vez de inovadores ou líderes
  • A iniciativa pessoal não é recompensada ou valorizada
  • Os funcionários podem se sentir sufocados por seu ambiente de trabalho

Estilo de Liderança Transformacional

Entre todos os estilos de liderança reconhecidos em negócios, a liderança transformacional é talvez o mais focado na personalidade do líder. Com este tipo de líder, os funcionários são guiados por uma visão claramente definida para o sucesso, que pode ser a visão pessoal do líder ou a declaração de missão da empresa. De acordo com a Northeastern University, esse tipo de liderança inspira inovação e geralmente cria uma cultura de trabalho positiva.

A liderança transformacional é caracterizada por:

  • O líder atuando como um modelo para os funcionários
  • Foco próximo e consistente na visão da empresa
  • Um alto valor nas relações interpessoais
  • A inspiração como ferramenta para motivar os funcionários

Como os outros estilos de liderança, existem vantagens e desvantagens na liderança transformacional. Um líder transformacional pode inspirar os funcionários a tentarem dar o melhor de si, criar um ambiente de trabalho onde o respeito mútuo seja altamente valorizado e incentivar os funcionários a pensarem criticamente sobre os valores que defendem. Mas esse tipo de local de trabalho também pode se tornar um culto à personalidade ou criar um ambiente em que obter a aprovação do líder se torne uma prioridade para os funcionários, desviando seu foco do bom desempenho de seus trabalhos ou de apoio mútuo.

Reconhecendo Estilos de Liderança na Gestão

Não há dois líderes que abordem a gestão exatamente da mesma maneira. Embora os gerentes possam ter estilos semelhantes e os indivíduos muitas vezes imitem seus mentores, existem tantos estilos de liderança na gestão quanto pessoas na gestão.

Como funcionário - ou supervisor de alguém encarregado de gerenciar uma equipe - reconhecer o estilo de gestão de um líder de equipe pode ajudá-lo a entender sua mentalidade, as razões por trás de suas decisões e a melhor forma de se comunicar com eles. Não é incomum que um indivíduo exiba características de dois ou mais estilos de gestão, como um líder que abraça ideias transformacionais e as coloca em ação por meio de métodos democráticos. Na verdade, muito poucos líderes podem ser classificados em qualquer categoria de liderança 100 por cento.

Também não é incomum que o estilo de gestão de um líder evolua conforme a carreira progride (ou conforme o progresso dos membros da equipe). Por exemplo, um líder gerenciando uma equipe bastante jovem e inexperiente pode precisar adotar uma abordagem mista autocrática e transformacional para liderá-los, porque eles não estão prontos para assumir papéis mais ativos na liderança.

Mas à medida que o tempo passa e os membros individuais da equipe se tornam mais experientes em suas funções e em seu setor, seu gerente pode mudar para uma abordagem mais democrática para liderar seus projetos.