Guias

Vantagens e desvantagens da liderança transformacional

O objetivo de qualquer tipo de liderança é fazer com que os funcionários tenham um desempenho além do esperado. Enquanto os líderes transacionais fazem isso distribuindo recompensas e punições, os líderes transformacionais fazem isso influenciando os valores e atitudes dos outros. É necessário um tipo especial de pessoa para apresentar uma visão inspiradora do futuro, e há prós e contras associados a esse estilo de liderança.

O que é liderança transformacional?

A liderança transformacional ocorre quando os líderes desempenham seus papéis de maneira tão eficaz que ganham a confiança, o respeito, a apreciação e a lealdade das pessoas que os seguem. Isso, por sua vez, muda (transforma) o comportamento das pessoas. É completamente diferente do estilo transacional de liderança que é a posição de retaguarda para a maioria das organizações empresariais.

Com o estilo transacional de liderança, o líder motiva as pessoas a trabalharem mais, oferecendo recompensas (promoções, bônus, férias pagas) por bom comportamento e punições (rebaixamentos, programas de melhoria) por mau comportamento. A motivação para trabalhar duro vem de fora do funcionário.

Com liderança transformacional, os funcionários são intrinsecamente motivados (motivados internamente) a seguir o exemplo do líder porque o respeitam muito. O líder cria uma visão inspiradora do futuro que as pessoas se sentem compelidas a seguir. Ela também serve de modelo para sua equipe.

História e Desenvolvimento da Liderança Transformacional

O especialista em liderança dos EUA James McGregor Burns originou o modelo de liderança transformadora em seu livro de 1978, Liderança. De acordo com Burns, a transformação da liderança é um processo em que "líderes e seguidores ajudam uns aos outros a avançar para um nível mais alto de moralidade e motivação."Burns acreditava que grandes líderes criam mudanças significativas na vida das pessoas e organizações - transformando-as. Eles fazem isso ao articulando uma visão energizante e estabelecendo metas desafiadoras.

Alguns anos depois, o ilustre acadêmico Bernard M. Bass levou a teoria de Burns um passo adiante. Em seu livro de 1985, Liderança e desempenho além das expectativas, Bass procurou explicar Como aspsicologicamente, os líderes transformacionais afetaram a motivação e o desempenho de seus seguidores. Bass também foi o primeiro a usar o termo transformacional em vez de transformando para descrever este tipo de estilo de liderança.

Fatores de sucesso na liderança transformacional

Os líderes transformacionais têm grandes expectativas para si próprios e para os outros. Mas, em vez de estabelecer a lei, esses líderes "seguem o caminho" e modelam os padrões de comportamento que esperam da equipe. A este respeito, eles:

  • Estabeleça metas claras e consistentes.
  • Incentive outras pessoas.
  • Lidere com influência e carisma.
  • São modelos de integridade e justiça.
  • Inspire outros a enfrentar os desafios.
  • Incentive as pessoas a olharem além de seus próprios interesses em direção ao bem maior da organização.

Outra maneira de descrever a liderança transformacional é por meio dos quatro componentes, ou comportamentos, que diferenciam os líderes transformacionais de outros tipos de líderes. Bass os descreveu como:

Consideração individualizada, ou o grau com que o líder atende às necessidades de cada seguidor, mantendo a comunicação aberta e oferecendo empatia e apoio. O líder respeita seus seguidores como indivíduos e valoriza as contribuições que cada seguidor pode fazer para a equipe.

Estímulo intelectual, ou o grau em que o líder incentiva a criatividade em seus seguidores. Ele faz isso desafiando suposições, brainstorming de idéias e assumindo riscos. Os seguidores são incentivados a fazer perguntas, pensar profundamente e encontrar a melhor maneira de realizar as tarefas.

Motivação inspiradora, ou o grau em que o líder articula uma visão inspiradora que comunica otimismo e impulsiona o grupo da empresa para a frente. Os seguidores são motivados a trabalhar mais porque são movidos pela visão de futuro do líder e acreditam em suas próprias habilidades.

Influência idealizada, ou o grau em que o líder fornece um modelo de comportamento ético. Os seguidores fazem o que os líderes pedem porque ele inspira orgulho, ganha respeito e conquista a confiança deles.

Vantagens e desvantagens da liderança transformacional

Por que o estilo de liderança transformadora está se tornando popular - e até certo ponto, necessário? Um dos principais benefícios do estilo de liderança transformacional é que trata as pessoas como indivíduos. Os líderes transformacionais consideram seus seguidores como iguais, cada um com suas próprias habilidades e experiência, e procuram extrair o melhor deles por meio de treinamento e incentivo, em vez de dar ordens. Os funcionários se sentem apoiados, então trabalham duro e permanecem.

Nem tudo são boas notícias, no entanto. Esta forma particular de liderar pode elevar a empresa a novos máximos, ou derrubá-la para novos mínimos, dependendo Como as o líder exerce seu poder. Como acontece com qualquer estilo de gestão, existem prós e contras da liderança transformacional que você precisa considerar antes de decidir se é a certa para sua organização.

Vantagem: Unidos por uma causa comum

Os líderes transformacionais se destacam por sua capacidade de analisar rapidamente a situação atual de uma empresa e criar uma visão correta para seu aprimoramento e crescimento. Por meio de paixão e influência, a líder comunica sua visão aos funcionários para que todos participem. Os funcionários são motivados a fazer o que lhes é pedido porque toda a experiência de trabalho é percebida como uma aventura divertida e com propósito.

Em termos de resultados financeiros, a organização deve ver ganhos de produtividade quando um líder transformacional entra a bordo. É muito mais fácil otimizar o desempenho quando todos estão puxando na mesma direção, pois todas as pessoas podem ter uma visão geral e se sentir unidas por uma causa comum.

Desvantagem: é muito amplo

Uma coisa é reunir apoio para a visão geral, mas outra bem diferente é atualizar essa visão com estratégias operacionais claras. Um dos principais pontos fracos da liderança transformacional é que ela é muito conceitual e não tem o foco na tarefa que alguns funcionários precisam para orientá-los no desempenho de suas funções. Os líderes transformacionais não gostam de se atolar em detalhes, mas toda organização precisa de um planejamento operacional para ajudá-la a alcançar sua visão.

Vantagem: Reduz os custos de giro

Os funcionários vêm e vão - e quando alguém sai, pode custar caro à organização em termos de encontrar e treinar um substituto. A liderança transformacional busca diminuir a rotatividade da equipe, fazendo com que as pessoas se sintam mais engajadas e incluídas na organização.

Unidos pela visão do líder, os funcionários têm mais chances de se sentirem integrados, como se estivessem compartilhando os mesmos objetivos com os colegas de trabalho e que não estivessem sozinhos. Pessoas que combinam com a cultura e o comportamento da empresa tendem a permanecer, o que diminui a rotatividade.

Desvantagem: pode levar ao esgotamento do funcionário

Enquanto alguns se sentem inspirados por um líder transformacional, outros sentem sua presença como uma pressão constante. Os líderes transformacionais colocam muita ênfase na autenticidade - vivendo e respirando a cultura e os valores da empresa. Esse esforço constante para alcançar a grande visão e ter orgulho continuamente das realizações da empresa pode levar à desmotivação e ao esgotamento de alguns funcionários. Envia a mensagem de que é necessário muito mais do que simplesmente aparecer, fazer um ótimo trabalho e depois voltar para casa.

Vantagem: Cria e Gerencia Mudanças

Para que as empresas evoluam, elas devem estar dispostas a abraçar a mudança. No entanto, a mudança é notoriamente difícil de implementar porque muitas pessoas resistem a ela. Normalmente, é porque têm medo do desconhecido ou suspeitam de que a nova situação será pior do que a velha maneira de fazer as coisas.

O que é especial sobre os líderes transformacionais é sua capacidade de vender os benefícios - e a moralidade - da mudança, criando uma nova visão inspiradora e fazendo com que as pessoas a aceitem. Este estilo de liderança enfoca o impacto positivo da mudança "para um bem maior" e diz às pessoas como elas podem contribuir para isso. Isso torna muito mais fácil para os funcionários aceitar a mudança - e até mesmo apreciá-la.

Desvantagem: pode ser arriscado e perturbador

O problema com a mudança é que ela se torna perturbadora se acontecer com muita frequência e prejudicial se o líder assume riscos excessivos ou desnecessários. As empresas costumam contratar um líder transformacional com o objetivo específico de criar mudanças dentro da organização. Mas o perigo surge quando o líder transformacional se fixa na mudança como o jogo final, em vez de algo positivo para a organização.

Se o líder falhar em avaliar objetivamente se esta mudança particular em esta tempo e para esta organização é a resposta apropriada, é mais provável que produza resultados negativos.

Vantagem: mantém a empresa aberta e ética

Integridade é um valor central dos líderes transformacionais: toda a sua esfera de influência baseia-se no fato de eles serem transparentes e viverem abertamente os valores que estabeleceram para a organização. Por esse motivo, um líder transformacional estará focado em fazer a coisa certa. Eles tendem a ser orientados por valores e com foco na ética, o que incentiva os funcionários da empresa a se manterem firmes e restritos e a agirem no melhor interesse da empresa e de suas comunidades em geral.

Desvantagem: tem alto potencial para abuso

Mas e se a versão do líder transformacional de "fazer as coisas da maneira certa" for na verdade a maneira errada para a organização e as pessoas dentro dela? Às vezes, um líder carismático seguirá estritamente uma visão que não é uma força para o bem. Os especialistas costumam citar Adolf Hitler e Osama bin Laden como exemplos de líderes transformacionais, portanto, pode haver um lado negro nesse estilo de liderança.

Vantagens: promove o moral por meio de uma melhor comunicação

Um dos maiores problemas que as empresas enfrentam é o baixo moral, o que geralmente ocorre quando o ambiente de trabalho fica obsoleto, as pessoas não têm certeza de seu papel ou deveres ou há muitos conflitos dentro do grupo. Na maioria das vezes, a causa raiz desses problemas é a comunicação deficiente.

Os líderes transformacionais são, por definição, excelentes comunicadores. Eles devem fornecer mensagens claras e consistentes para reunir as pessoas em sua visão do futuro. Quando uma empresa tem um problema de comunicação, muitas vezes traz um líder transformacional para articular a mensagem corporativa com clareza, lembrando às pessoas por que estão fazendo o que estão fazendo e quebrando-as da velha rotina.

Desvantagem: Requer um Loop de Feedback Contínuo

O outro lado da comunicação é que ela realmente só funciona se houver comunicação contínua disponível. Os líderes transformacionais dependem de manter altos os níveis de entusiasmo, e isso exige muito trabalho e muitas reuniões e feedback - semana após semana - para ter sucesso. No segundo em que a comunicação é interrompida e o funcionário se sente excluído, há o risco de ele perder o compromisso com a visão.

Vantagem: dá aos funcionários muita liberdade

Ao contrário do estilo transacional de liderança, que usa cadeias de comando claras, recompensas e punições para motivar os trabalhadores, o estilo transformacional de liderança dá aos trabalhadores muita liberdade pessoal. Os funcionários são valorizados por suas habilidades e experiência e são confiáveis ​​para executar tarefas com o melhor de sua capacidade.

Em outras palavras, os líderes transformacionais não usam sua posição para controlar os outros, mas para inspirá-los. Todo o sistema é baseado na motivação vinda de dentro, em vez de por meio da abordagem de incentivo e castigo.

Desvantagem: os líderes perdem poder se as pessoas discordarem deles

E se os funcionários não concordarem com a visão do líder? A liderança transformacional depende de os funcionários estarem intrinsecamente motivados para trabalhar duro, mas se esses funcionários não estiverem ouvindo, sentindo e se conectando com a visão, então haverá falta de motivação intrinsecamente. Pior, pode haver motivadores transacionais insuficientes (recompensas e punições) para encorajar algum tipo de resposta, e esse desequilíbrio é a razão pela qual as iniciativas transformacionais podem falhar.

Fundamentalmente, o poder de um líder transformacional é sua influência. Se alguém discordar da visão do líder para a organização, ele perde a capacidade de influenciá-lo e todo o seu poder.