Guias

O que é controle de estoque?

A maioria das grandes empresas possui departamentos inteiros designados para monitorar e rastrear o estoque. Além disso, as empresas menores normalmente dedicam muito tempo ao processo de rastreamento de estoque. O motivo pelo qual o rastreamento de estoque recebe tanta atenção de empresas de todos os tamanhos pode ser resumido em uma palavra: dinheiro. As empresas gastam uma enorme quantidade de dinheiro em estoque e a maioria deseja saber exatamente onde esse estoque reside em um determinado momento.

Inventário

A maioria das empresas usa estoque em uma ou mais formas. Empresas como varejistas e atacadistas compram e vendem produtos. Essas empresas mantêm estoque que consiste principalmente dos produtos que compram e vendem. Outras empresas, como fabricantes, compram componentes e matérias-primas e convertem esses itens em produto acabado. O estoque de um fabricante consiste em componentes, matérias-primas e produtos acabados.

Rastreamento manual vs. automatizado

O rastreamento de estoque consiste em sistemas e políticas projetados para monitorar a movimentação de estoque. Muitos anos atrás, as empresas rastreavam o estoque manualmente com um sistema conhecido como sistema de cartão ou cardex. Cada vez que o estoque era comprado ou vendido, a quantidade era escrita manualmente no cartão desse item e uma nova quantidade disponível era totalizada. Hoje, algumas empresas ainda usam um tipo de sistema de entrada manual para registrar as transações de estoque, exceto que as entradas são registradas em um programa de planilha em vez de em um cartão de papel. A tecnologia fez grandes melhorias na maneira como o estoque é rastreado. Muitas empresas têm um fluxo de trabalho de rastreamento de inventário totalmente automatizado. Sempre que ocorre uma movimentação de estoque, o sistema de gerenciamento de estoque recebe uma atualização automática da transação. Isso elimina muitos dos erros humanos causados ​​pelo rastreamento manual do estoque.

Significado

As empresas que possuem estoque normalmente investem uma grande quantidade de dinheiro para comprar o estoque. O rastreamento de estoque monitora onde o estoque de uma empresa reside na cadeia de abastecimento. O rastreamento de estoque também fornece à empresa dados sobre a quantidade de estoque que possui, onde existem seus estoques, o status de seus estoques (danificados, devolvidos, rejeitados, em espera) e ajuda a evitar roubos e perdas. O rastreamento de estoque também se torna parte do programa completo de gerenciamento de estoque de uma empresa. O gerenciamento de estoque forma as diretrizes sob as quais o estoque é comprado, usado, movido, vendido e destruído.

Métodos de Rastreamento

Existem vários métodos de rastreamento para rastrear o estoque. O código de barras, também conhecido como código universal de produto (UPC), continua sendo um dos métodos mais comuns de rastreamento de estoque. A maioria dos supermercados e varejistas usa o código de barras encontrado nos produtos para digitalizar os itens no terminal do ponto de venda. Os códigos de barras rastreiam o movimento do estoque em toda a cadeia de suprimentos. O código de barras contém dados sobre a descrição do item, o preço do item e a unidade de medida do item. A identificação por radiofrequência (RFID) é outro método usado para rastrear o estoque. A tecnologia RFID vem em duas formas: RFID ativa e RFID passiva. RFID ativo funciona melhor em ambientes onde existem problemas de segurança e aqueles que exigem informações de rastreamento em tempo real. RFID passivo funciona melhor quando usado com leitores portáteis e onde não existem problemas de segurança.

Considerações

Os métodos de rastreamento de estoque variam, mas todos desempenham a mesma função: eles controlam o maior investimento de uma empresa. O sistema ou método usado para rastrear o estoque é menos importante do que as políticas projetadas para gerenciar com eficácia os movimentos do estoque.